Câncer uma doença devastadora

Pocket

 

 

Você já teve câncer??? ou conhece alguém que teve?? parente, vizinho, conhecido ou alguma figura publica???

Pois é, não é nada fácil o tratamento; eu posso falar por experiência própria sobre o assunto….

É extremamente difícil lidar co essa situação já ambas as partes  dessa história fica muito abalada,

no meu caso foi como se o mundo estivesse por um triz, pois minha mãe que era quem estava doente,

era tudo em minha vida, pois sempre moramos longe dos familiares.

Do dia pra noite tudo aconteceu; em um dia estava bem no outro de repente estava entre a vida e a morte,

lidar com essa situação com certeza foi o que me fez sair definitivamente da infância pra vida adulta,

nesse memento é como minha mãe costuma dizer (invertemos os papeis) e isso realmente foi o que aconteceu.

Um dos momentos mais terríveis foi quando o medico disse que eu poderia levar minha mãe pra casa, segundo ele a medicina já não tinha mais nada pra fazer por ela, nesse momento o meu chão se abril, e eu as vezes com um pensamento egoísta pensava;

o que vai ser de mim agora??? sozinha, sem ninguém nesse mundo, dai eu olhava pra minha mãe ali naquele leito de morte e minha vontade era de gritar de tanto desespero que eu sentia em ver ela ali,

mas sempre mantia um semblante rosto calmo e muitas e muitas palavras de incentivo mesmo que eu não acreditasse no que saia da minha boca.

Até que me dei conta que o medico disse que a medicina não tinha mais o que fazer por ela,;

ai foi onde o medico dos médicos entrou em ação!!! mas essa historia conto depois pra vocês.

O que preciso frisar é que minha mãe sempre fez seus exames de rotina, mas um ano deixou de fazer,

justamente quando ela precisava, de repente teria evitado muito sofrimento.

 

    Nunca deixe de fazer seus exames de rotina por estar se sentindo bem!!

Aqui estão os sintomas do câncer de mama

1-Nódulos;
2-Alterações no tamanho ou formato dos seios e mamilos;
3-Inchaço ou vermelhidão nas mamas;
4-Surgimento de irregularidades na pele dos seios, fazendo com ela fique parecida com casca de laranja;
5-Inversão dos mamilos ou seja, o fato  deles, de uma hora para outra, passarem a ficar retraídos para o interior da mama;
6-Liberação de secreções ou sangue pelos mamilos;
7-Manifestação de coceiras persistentes que podem ou não vir acompanhadas de irritação na pele e inclusive ter a aparência de picada de inseto.

 

Saiba mais sobre o câncer de mama

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, afetando tanto aquelas que vivem países desenvolvidos como em nações em desenvolvimento – é o segundo tipo mais comum no mundo.

Para você ter uma ideia, só no ano de 2012, quase 1,7 milhão de novos casos foram diagnosticados, cifra que representa 12% de todos os casos novos registrados no planeta e 25% de todos os tipos de câncer identificados em mulheres.

Segundo as estatísticas, uma em cada oito mulheres será diagnosticada com câncer de mama ao longo da vida. Dessas, 96% conseguirão sobreviver por pelo menos um ano, 87% terão uma sobrevida de até 5 anos, e 78% poderão viver por até uma década após o diagnóstico.

Portanto, com números desfavoráveis como esses que descrevemos, a prevenção é fundamental, e é de vital importância que a doença seja detectada o quanto antes para que possa ser tratada.

11165948340506

Prevenção

Estudos revelaram que: 

a incidência do câncer de mama vem aumentando devido a uma série de fatores, como o aumento da expectativa de vida e da urbanização e a adoção de determinados estilos de vida,

sem falar que a doença também está associada a fatores hormonais e hereditários.

Uma das formas mais populares de prevenção da doença é o famoso autoexame, que deve ser realizado periodicamente.

Contudo, se engana quem pensa que o único sinal de problema é a identificação de caroços nas mamas.
As mulheres precisam estar atentas a outras evidências também — que podem inclusive ser confundidas com sintomas de outros problemas de saúde.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer e a Fundação Nacional para o Câncer de Mama dos EUA, as mulheres precisam ficar alertas aos sinais que listamos na abertura da matéria.

Um forte abraço e até o próximo post!!